Thor: Ragnarok | Resenha

Finalmente a espera acabou para os fãs do Deus do Trovão. Thor, Hulk, Loki e vários outros personagens do universo Marvel voltam aos cinemas essa semana em Thor: Ragnarok, com muita ação, aventura, emoção e humor... Muito humor! 


O "Ragnarok" é o evento previsto como a destruição total de Asgard, uma catástrofe que está cada vez mais presente nos sonhos de Thor (Chris Hemsworth). Quando Hela (Cate Blanchett), sua irmã mais velha e primogênita de Odin, pretende ocupar o trono de Asgard custe o que custar, está nas mãos do Vingador salvar seu povo dessa perigosa ameaça. Sozinho ele não conseguirá, mas não está fácil pra ele conseguir uma boa ajuda, já que Loki (Tom Hiddleston) não tem nada de confiável e seu ex-aliado Hulk (Mark Ruffalo) não parece estar no melhor dos humores para embarcar com ele nessa aventura.

No filme temos a presença de outro herói muito poderoso, o Dr. Estranho (Benedict Cumberbatch), que faz uma participação rápida, mas significativa. Para quem curte as produções Marvel, o filme segue a mesma linha dos anteriores, e apesar desse terceiro filme de Thor ter um roteiro melhor que o anterior (Mundo das Sombras), há um ingrediente da receita que, na minha opinião, passou um pouco do ponto: O humor. Há muito no filme, às vezes uma cena que deveria nos deixar com outras emoções acaba arrancando risadas, propositalmente, óbvio. Não sei se os filmes dos "Guardiões da Galáxia" por terem sido tão bem recebidos pelos fãs com o humor mais presente que as outras produções influenciaram a escolha do diretor em Thor, mas eu diria que os filmes anteriores do universo Marvel tem a medida certa, esse passou um pouco do ponto. Longe de ser ruim, eu particularmente adoro rir, mas tem momentos que pediam um pouco mais de carga dramática, sem quebrar a emoção do momento com alguma piadinha irônica ou humor físico, até os filmes de humor precisam saber dosar isso, o que dirá um filme de aventura!


Temos mais de duas horas de filme, (2h10 pra ser exato), mas não é cansativo, na verdade já esperamos isso das produções Marvel. Os atores levam o filme numa boa, e o destaque dessa vez é para Cate Blanchett (Carol), responsável por dar vida de forma magistral à cruel e impiedosa Hela. Vale também citar a excelente atuação de Tom Hiddleston como Loki. Graças ao excelente trabalho do ator, a presença de Loki nos filmes já faz com que ele tenha garantia de sucesso, impossível imaginar o deus da trapaça sendo representado por outra pessoa! Temos também no elenco Jeff Goldblum (Jurassic Park) como o egocêntrico Grão-Mestre, um narcisista incurável.

O visual do filme está incrível e o momento que todos estão esperando, a luta de Hulk com Thor, promete não decepcionar ninguém, com efeitos visuais impressionantes. São muitos ótimos motivos para assistir Thor: Ragnarok em tela grande, no melhor estilo! Essa batalha épica chega aos cinemas no dia 26 de outubro!

Confira o trailer:

Thor: Ragnarok | Resenha Thor: Ragnarok | Resenha Reviewed by tomdutradicas on 18:42 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.