Cinema: Paris 8

A indicação de hoje é praticamente uma aula de cinema. O filme "Paris 8" traz reflexões sobre o universo da sétima arte além de abordar questões filosóficas e sociais.

Enquanto os jovens aprendem sobre cinema em "Paris 8", aprendemos junto com eles.
Sinopse: Etienne é um jovem apaixonado por cinema que saindo de sua cidade, Lyon, decide ir para Paris para se dedicar aos estudos e finalizar o filme que vem produzindo há tempos. Os desafios que o jovem terá pela frente estão muito além do estudo cinematográfico, já que precisará lidar com crises internas e complicações no amor e na amizade.

Escrito e dirigido por Jean-Paul Civeyrac (Minha Amiga Victoria, 2014), "Paris 8" é um drama cheio de referências à grandes nomes do cinema mundial e conforme os alunos conversam e aprendem sobre o tema, vamos aprendendo também. A escolha pelo preto e branco deu ainda mais beleza ao que já seria belo por natureza e as 2h17 de filme passam sem torná-lo cansativo pois roteiro e ritmo são ótimos. Aos amantes da boa música, temos presente como parte fundamental da trama a obra de Johann Sebastian Bach, que traz ao protagonista diversas emoções por razões que serão entendidas no decorrer da história.

"O roteiro se baseou em várias origens que, de repente, se cristalizaram. Em primeiro lugar, experiência pessoal: tendo estudado em La Fémis, dirigido o departamento de direção de lá e ensinando agora na Universidade Paris 8, passei trinta anos em contato constante com estudantes de cinema. Então, esse é um assunto que estou familiarizado." 

Jean-Paul Civeyrac

Para a escolha do elenco, o diretor decidiu optar por nomes de jovens ainda não tão conhecidos, mas com talento de sobra, e todos eles estão muito bem em seus papeis. Com a atuação de Andranic Manet (Coração e Alma, 2016), o público fica tentando entender o que se passa na cabeça de Etienne, algumas vezes tão sensato e outras beirando o infantil. Outro bom exemplo de atuação é a de Sophie Verbeeck (A Três Vamos Lá, 2015) que dá vida à Anabelle, uma ativista que mostra ser durona, mas que no fundo tem sua fragilidade, e a atriz consegue representar muito bem todas as facetas da personagem.

Sophie Verbeeck vive a prática ativista Anabelle na trama.
Assistir "Paris 8" é aprender sobre cinema, refletir sobre o comportamento humano e sobre a sociedade enquanto apreciamos belas imagens através da incrível fotografia em preto e branco do filme. Recomendadíssimo! Estreia dia 17 de maio nos cinemas.

Confira o trailer:




Cinema: Paris 8 Cinema: Paris 8 Reviewed by tomdutradicas on 11:13 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.