Resenha: Verão 1993

Entrou em cartaz essa semana Verão 1993, um drama que conta a história de Frida, uma garotinha que muito cedo perde a mãe para o vírus da AIDS e agora precisa enfrentar outra realidade em seu novo lar, que é a casa de seus tios e sua prima no interior da Espanha.


O filme é conduzido principalmente por Laia Artigas e Paula Robles, as duas pequenas que interpretam Frida e sua prima Anna, respectivamente. Impressionante como essas meninas conseguem emocionar e carregar um longa-metragem com tanto talento. A diretora é Carla Simón, estreante que também assina o roteiro, que teve como inspiração sua própria história.

O Festival de Berlim premiou “Verão 1993” em duas categorias este ano, Melhor Primeiro Filme e Prêmio de Júri na mostra Generation, além disso, o longa também é o representante espanhol ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2018.

Para os nostálgicos, um easter egg: Em uma cena, podemos ver na TV o desenho animado “D’Artagnan e os Três Mosqueteiros”, com o cachorro mosqueteiro que marcou a infância de muitos brasileiros nos anos 80.

Se lidar com a morte é algo difícil e complicado em qualquer fase de nossa vida, imagine para uma criança de seis anos. Outro assunto abordado é a dificuldade que os adultos têm para lidar com uma criança que passou por esse trauma. Em determinados momentos, questionamos algumas atitudes dessas pessoas, mas o mais correto ao invés de questionar, seria perguntar “será que eu faria o mesmo?” ou “como eu lidaria com essa situação?”.

As palavras são somente as necessárias. As atitudes, olhares e comportamentos dos personagens é que nos dirão o que está acontecendo. Se prepare para fortes emoções, pois eu ri, fiquei tenso, me irritei, fui às lágrimas... Deixe que a pequena Frida mexa com seu lado emocional também! 

Confira abaixo o trailer:


O filme chega ao Brasil pela Supo Mungam Films e está em cartaz nas seguintes salas e cidades:

SÃO PAULO
Espaço Itaú de Cinema Augusta
Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca
Caixa Belas Artes
Kinoplex Itaim

RIO DE JANEIRO
Espaço Itaú de Cinema Botafogo
Estação NET Rio
Estação NET BarraPoint
Cine Roxy
Cine Cândido Mendes

PORTO ALEGRE
Espaço Itaú de Cinema Porto Alegre (Bourbon Country)
Guion Cinemas

BRASÍLIA
Espaço Itaú de Cinema Brasília (Casa Park)
Cine Cultura Liberty Mall

BELO HORIZONTE
Cinema Belas Artes

CURITIBA
Espaço Itaú de Cinema Curitiba (Shopping Crystal)

SALVADOR
Espaço Itaú de Cinema Salvador (Glauber Rocha)
Saladearte UFBA

FORTALEZA
Cinema do Dragão

VITÓRIA

Cine Jardins

Resenha: Verão 1993 Resenha: Verão 1993 Reviewed by Tom Dutra on 18:53 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.